Águas de Manaus é multada em R$215 mil por problemas de abastecimento na Zona Leste

A Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman) multou a concessionária Águas de Manaus em R$ 215 mil, por problema de falta de água ocorrido no sistema Nova Floresta e ausência de informações, as quais dificultaram a fiscalização do órgão regulador nas áreas prejudicadas com o desabastecimento.

Conforme levantamento da Ageman, houve paralisação no sistema Nova Floresta nos dias 31/10 e 2, 3, 4 e 9/11, prejudicando moradores das áreas Gilberto Mestrinho, Novo Reino, Nova Vitória, Cidade do Leste, comunidade de Deus, Grande Vitória, Nova Conquista, Nova Floresta, Zumbi, Monte Sião, Brasileirinho, João Paulo, Jorge Teixeira 2, 3 e 4, Santa Inês, Bairro Novo, Prourbis, Viver Melhor 3, Coliseu, São José, Tancredo Neves, conjunto Castanheira e São Lucas 1 e 2.

Ao tomar conhecimento do problema por meio das redes sociais, a Ageman encaminhou ofício pedindo informações à concessionária a respeito das causas e solicitou medidas reparadoras. No entanto, a empresa não atendeu à primeira solicitação.

Diante do não atendimento aos questionamentos, o órgão regulador notificou a concessionária a apresentar informações em um prazo de 15 dias úteis e a empresa, mesmo tendo solicitado dilatação do prazo, novamente não encaminhou as informações requisitadas, o que levou a Ageman a multar a Águas de Manaus.

O auto de infração foi encaminhado à empresa no final da tarde desta quinta-feira, 14/12. A empresa ainda poderá recorrer da multa junto ao Conselho Municipal de Regulação.