Alexandre Pires nega envolvimento com garimpo ilegal após ser alvo de operação da PF

Após ser alvo de busca e apreensão durante operação da Polícia Federal, o cantor Alexandre Pires negou ter envolvimento com garimpo ilegal na Terra Indígena Yanomami, em Roraima.

O músico é investigado por ter recebido R$ 1.382.000 de uma empresa, sendo R$ 357 mil em uma conta pessoal e mais R$ 1.025.000 em uma conta jurídica.

“Alexandre Pires foi tomado de surpresa diante da recente operação da Polícia Federal que indevidamente envolveu seu nome. Por fim, salientamos que o cantor e compositor Alexandre Pires jamais cometeu qualquer ilícito, o que será devidamente demonstrado no decorrer das investigações, reiterando sua confiança na Justiça brasileira”, disse a defesa do cantor em nota, nesta terça-feira (05).