Azul dobra oferta de assentos para o Festival de Parintins  

Entre 26 de junho e 2 de julho, a Azul, maior companhia aérea em número de voos e destinos atendidos no Brasil, terá 150 voos extras para Parintins, no Amazonas. A cidade recebe um dos maiores espetáculos folclóricos do Brasil, arrastando multidões para o Bumbódromo, como é chamada a arena onde ocorre o evento, de 28 a 30 de junho. A Azul, que neste ano será a patrocinadora e companhia aérea oficial do Festival Folclórico de Parintins, dobrou a oferta de assentos, em comparação ao ano passado, passando de 9.020 para 18.076 lugares.

Atraindo pessoas de todas as regiões do país e também do exterior para o Festival, a ilha de Parintins, localizada
no Amazonas, tem acesso apenas por meios fluviais ou aéreos. Enquanto a opção por barco pode demandar até 18 horas de viagem a partir de Manaus, o transporte aéreo leva menos de 1h, dando mais conforto e agilidade aos Clientes que vão curtir o Festival.

Para se ter uma ideia da importância, o trecho entre a capital amazonense e Parintins, conhecida como a rota do
boi, terá uma média de 6 decolagens extras nos dias 26/06, 27/06 e 02/07 e, nos demais dias chegará a uma média de 14 decolagens para Parintins, considerando voos regulares, extras e fretados, ultrapassando o fluxo da ponte aérea Rio-São Paulo (Santos Dumont-Congonhas),
a rota doméstica mais movimentada da Azul, que conta com 13 decolagens diárias.

Para Vitor Silva, gerente geral de Malha e Planejamento Estratégico da Azul, o reforço será importante para dar
mais visibilidade ao Festival e movimentar o turismo e comércio da região. “É um evento que mostra nossa brasilidade e a cultura amazonense para o exterior, por isso estamos dobrando a oferta de assentos, pois sabemos que é uma rota cuja procura aumenta a
cada ano. Como patrocinadores oficiais do Festival, temos o compromisso de oferecer a melhor conectividade para a região, com a maior malha aérea do país, o que facilitará a chegada de mais turistas, além da melhor experiência aos nossos Clientes”.

Além dos voos a partir de Manaus, a Azul também terá voos saindo de Tefé (AM), Tabatinga (AM), Belém (PA) e Santarém
(PA) até Parintins. Para reforçar a conectividade, a companhia também terá voos extras de Macapá (AP) e Belo Horizonte (MG) para Manaus. A maioria dos voos será feita com aeronaves Embraer E1, com capacidade para 118 Clientes, mas algumas rotas curtas podem
ser realizadas com ATR, e as mais longas, com Airbus A320. As vendas já estão disponíveis no site da Azul, Central de Vendas ou nas agências de viagens parceiras. Os Clientes que voam com a Azul desfrutam de toda a experiência proporcionada pela companhia
em suas viagens pelo Brasil, com wi-fi a bordo gratuito, TV ao vivo e serviço de bordo com snacks e bebidas à vontade.

Por que conhecer o Festival de Parintins?

A cidade realiza o maior Festival Folclórico do país, que leva milhares de pessoas da região e de diversos
locais do país para o Bumbódromo. Os Bois Caprichoso e Garantido, com mais de um século de tradição cada, são os protagonistas de espetáculos vibrantes e emocionantes que se desdobram ao longo de dias intensos. Esses momentos são permeados por danças envolventes,
músicas cativantes e representações folclóricas que encantam o público. Realizado anualmente, o festival se desenrola em uma competição acirrada entre os dois bois, ambos buscando proporcionar a melhor apresentação. A celebração vai além da competição, explorando
temáticas profundamente enraizadas na região, como lendas, rituais indígenas e costumes dos ribeirinhos. Esses elementos são habilmente expressos por meio de alegorias deslumbrantes, danças cativantes, canções envolventes e encenações memoráveis, transformando
o evento em uma experiência cultural rica e autêntica.

Conectando o Amazonas

A companhia, que nasceu para conectar o Brasil, é a empresa aérea com a maior malha na
região amazônica, atendendo 13 municípios, como Parintins, Tefé Tabatinga, São Gabriel da Cachoeira, Eirunepé, Lábrea, Coari, Maués, Barcelos, Santa Izabel do Rio Negro, Manicoré, Borba e Manaus. A capital amazonense possui voos para outros 14 destinos, incluindo
para a região, e também para Campinas (SP) e Recife (PE), dois principais hubs da Azul, além de voos diretos para Fort Lauderdale, nos Estados Unidos. A Azul lidera o mercado de aviação no Amazonas, com uma participação de 54% das decolagens.