Juiz suspende posse de nova mesa diretora do Boi Bumbá Caprichoso

 Em decisão tomada nesta quinta-feira (24), o juiz Roberto Santos Taketomi, da 3ª Vara Cível de Parintins, suspendeu a posse dos candidatos à Presidência e Vice-Presidência da Associação Cultural Boi Bumbá Caprichoso. O motivo foi uma ação movida por SÉRGIO LUIZ COSTA MENDES e CORIOLANO DA COSTA CARVALHO, que alegaram irregularidades.

Os requerentes acusaram que o processo eleitoral favoreceu indevidamente uma única chapa. A alegação principal, no entanto, foi que o candidato a Vice-Presidente, Sr. Diego Leitão Mascarenhas, não poderia ter sua candidatura deferida por possuir pendências estaduais, contrariando as normas do estatuto da associação.

Em sua decisão, o juiz Taketomi destacou que a chapa “Caprichoso Sempre à Frente” não poderia ter sido deferida, já que registros indicam que Mascarenhas possui dívidas ativas com o Estado do Amazonas. O magistrado ordenou a suspensão imediata da posse, estabelecendo uma multa de R$ 50.000,00 em caso de descumprimento.

O juiz também solicitou que a Comissão Eleitoral apresentasse todos os documentos relacionados à inscrição dos candidatos no prazo de 5 dias, com uma multa diária de R$ 1.000,00 em caso de atraso.

A decisão ainda destaca que os autores devem fazer um adendo à inicial dentro de 15 dias e apresentar uma procuração válida digitalmente assinada por Coriolano da Costa Carvalho.

A medida é vista como precaução até que o mérito da ação seja julgado.

Fonte: Amazonas Notícias