Feirão do Pescado 2024 comercializou 117 toneladas de peixes

O Feirão do Pescado do Governo do Estado, realizado pela Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS), encerrou nesta sexta-feira (29/03) com resultados acima da expectativa. Ao todo, foram comercializados 117 toneladas de peixes, movimentando R$ 2,8 milhões. Durante os três dias de eventos, cerca de 45,5 mil pessoas visitaram as três edições do Feirão.

Em 2024, o Feirão do Pescado apresentou inovações significativas. A programação ocorreu na Arena Amadeu Teixeira, no Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola e no Centro Cultural Povos da Amazônia, e contou com um reforço nas medidas de segurança, acessibilidade e higiene. “Essas precauções foram tomadas para garantir que os participantes pudessem aproveitar o evento de maneira segura”, ressaltou a diretora-presidente da ADS, Michelle Bessa.

Na nova roupagem, os espaços foram organizados por setor, tendo ambiente para hortifrúti, praça de alimentação, área limpa de comercialização e área de tratamento dos resíduos cárneos.

O consumidor Jeferson Sabbá aprovou a infraestrutura conferida no evento. “Espero que esta Feira se repita mais vezes, além desta época. Temos que ter a paixão pelo povo e isso é uma acolhida tanto para quem vende, quanto para quem compra. Muito bem organizada, gostei muito da estrutura e dos peixes de primeira qualidade”, declarou.

A diretora-presidente destacou o sucesso da programação. “O sucesso do Feirão do Pescado deste ano não apenas superou as expectativas, mas também fortaleceu significativamente a economia local e proporcionou uma Páscoa mais saudável para milhares de famílias”, salientou.

O Feirão do Pescado ofertou peixes do tipo tambaqui, matrinxã e pirarucu, além espécies miúdas como pacu, sardinha, jaraqui, acará-açu e, opções de peixes lisos e filés processados de tucunaré, aruanã e pescada. 

“Todos os dias foram muito proveitosos. Foi uma excelente oportunidade que o Governo do Amazonas e a ADS nos deram para facilitar a venda direta aos consumidores, onde pudemos oferecer um produto de qualidade que preparamos com todo o cuidado e amor”, disse a piscicultora Ciele Matos.